A mais bela, a mais pura e a mais duradoura glória literária de prosa da blogosfera

.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Por quê?!

Há coisas que não se deviam fazer numa sociedade, decisões que deviam ser proibidas mesmo que isso implicasse coisas nefastas para as pessoas, já que tudo neste mundo tem duas vertentes e aquela que hoje saliento é, sem margem para dúvidas, a boa. Insurjo-me contra a noticia publicada esta passada semana sobre o anunciado fim do Jornal 24 Horas, essa revista Maria travestida (já fui). Eu não sou, nem algum dia fui leitora assídua do 24 Horas, mas entendo que o encerramento de um jornal como este só vai trazer desvantagens para todos nós. Para além das pessoas que vão sofrer na pele o moderno flagelo do desemprego, desconfio que muito crime vai passar ao lado do conhecimento global dos portugueses e isso apenas vai contribuir para uma falsa sensação de segurança e ocultar, ainda mais, a realidade macabra que marca o carácter humano do indíviduo. Pronto, acho que fui convincente, agora a parte que interessa:
Se o Jornal 24 Horas encerra o que vai ser de nós sem estas fantásticas notícias? Por favor, leiam mesmo porque o texto está delicioso e a entrevista fenomenal.
Primeiro vou ali castigar-me. Esta noticia é uma enorme lambada na minha pessoa por há uns dias ter criticado severamente o descuido no outfit das protagonistas do primeiro enlace matrimonial homossexual. Só por causa das coisas, estes senhores vêm mostrar-me que, nem todo(a) aquele(a) que segue uma orientação sexual alternativa desconhece o verdadeiro valor da cerimónia de casamento.
É então que a bicha sai à rua no seu salto de agulha dourado, desfila o seu belíssimo vestido cai-cai branco marfim e, devidamente maquilhada, envergando a sua teara de princesa, dá cor ao seu sonho de um dia ser uma noiva com todos os atributos. Um dia, não interessa quando desde que seja breve para não atrapalhar a tournée, a bicha dará o nó com Nando, esse homem prodígio, trabalhador honesto e sem maus-vícios (e como é importante e raro esse homem puro de vícios) e assim será feliz como nunca. A bicha não tem medo, é a bicha absoluta, inveja de todas as bichas de Lisboa. Voa bicha...sê feliz!





Eu só queria dizer que não era preciso exagerar sim?... Peço desculpa se não me fiz entender da última vez.

2 comentários:

Lord Nelson disse...

Voa bicha boa?

Cara colega, muito obrigado por me ter dado a conhecer esta notícia.
A noiva que se diz a inveja de todas as bichas de lisboa veste-se bem porque vai ao estrangeiro. Tem mundo e um pesseguinho da Avon... E é por isso que arranjou um "Nando" como deve ser!

Termino assim com uma exortação: Voai bichas... Voai!

ummaisumigualaum disse...

eu nao estou na bicha! a bicha istá em mim!

espero q na lista dos prisentes esteja o vale da bershka!

eu só não passava sem a revista Maria porque tem as fotos dos bebés que fazem anos.