A mais bela, a mais pura e a mais duradoura glória literária de prosa da blogosfera

.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O Capitalismo

Estimado leitor,
Hoje depomos aos augustos pés de V. Ex.ª. a sátira capitalista. Este sistema que muitos pronunciaram como moribundo pelo ano da graça de 2008, não só não morreu, como parece ter recuperado a vivacidade dos anos anteriores a 2008 - excepcionando Portugal, claro está. Portanto, querendo o Opinador alertar para os perigos que daí advém e actuando como um censor para despertar a consciência da sociedade - não vá haver por aí outra crise do subprime e da bolha imobiliária -, nós gritamos:
- Sociedade, não te esqueças do período da crise em 2008!
Anyhow, aqui ficam, estimado leitor, as opiniões humorísticas quanto ao capitalismo.
Apenas um post-scriptum para notar a predominância do elemento porco/suíno na sátira ao capitalismo - será indício de alguma coisa?


Carlos Jorge Mendes
Este róseo porquinho representa um dos porquinhos atingidos pela crise do subprime e, portanto, melancólico, pensa no suícidio, atirando-se ao mar, certificando-se, com o peso do saquinho do dinheiro, que dele não sairá.



Madame Pompadour


Palavras para quê?




Letícia, a Marquesa

Capitalismo n.m. 1 ECONOMIA regime económico caracterizado pela grande produção, pelo investimento de grande massa de bens, pela propriedade individual dos capitais, e por um mercado livre e competitivo; 2 POLÍTICA regime no qual o poder político está na dependência dos detentores de capitais (De capital + ismo) ou, se preferirem:



Lord Nelson

Trazemos ao leitor a história de um amigo pessoal - Mr. Burns! Como pode ver, com Coca-Cola o capitalismo fica muito mais agradável, mesmo em alturas de forte descapitalização!
Veneremos o capital e a Coca-Cola (e não liguem a boatos!)


video

A todos os leitores, have a nice weekend!

Sem comentários: