A mais bela, a mais pura e a mais duradoura glória literária de prosa da blogosfera

.

terça-feira, 20 de abril de 2010

O Estranho Caso do Dr. X


Amigo leitor, é com a alma pesarosa que hoje nos dirigimos a Vossa Excelência visto sermos portadores de tristes novas – o nosso Dr. Carlos encontra-se desaparecido, possivelmente sequestrado. Mas há pior! Alguém faz-se passar por ele n’ Opinador, assinando estes novos posts com o mesmo nome… Mas a nós não nos engana esse mefistofélico desconhecido – chamemos-lhe, por comodidade, Dr. X!
.
Esse endiabrado Dr. X, para além de ter sequestrado o nosso Dr. Carlos, demonstrou claramente desconhecer o historial d’ Opinador (mas talvez mais grave que isso seja o facto de ocupar o seu tempo a matutar sobre quais são os nossos pontos erógenos e quais os termos que nos excitam).
.
Afirmar que nós somos um yesman do PSD é completamente absurdo e revela um desfasamento da realidade extraordinário – por vezes tenta-se deturpar a realidade para fazer valer as nossas posições; mas neste caso, isso não chega, é necessário criar uma realidade paralela onde isso possa talvez fazer sentido.
Se não, vejamos:
.
O Opinador comemorará brevemente o seu centésimo post (este é o 99.º). Ora como nos cabe metade dessa produção, fomos responsáveis nestes poucos meses por cerca de cinquenta posts. Certo? Certo. Desses cinquenta textos criticamos a linha seguida pelo PSD ou por membros daquele partido em seis daqueles (em 8/4, 16/3, 11/3, 11/2, 22/01 e 01/01). Ou seja, 12% dos nossos posts servem para criticar figuras ligadas ao PSD. Contra factos não existe argumentação possível.
.
Caro e endemoinhado Doutor, responsável pelo desaparecimento do nosso bom Dr. Carlos: qual é a percentagem de posts maldizentes necessária para deixarmos de ser considerados um yesman? 20%? 50%? 80%?
.
Ora pois que o leitor nos julgue – este blog chama-se Opinador, não estando pois pressuposta a isenção. Mesmo assim, opinamos contra os “nossos” em 12% das oportunidades (e isso não quer dizer que o resto é a falar bem dos “nossos” porque muitas vezes não é). Somos yesman? Olhamos apenas para o PSD?
.
Caros amigos, se não elogiamos a esquerda não é por sermos fundamentalistas laranjas – é por, honestamente, pouco lá encontrarmos com que nos identifiquemos… E mantendo-nos às direitas, somos coerentes e felizes! E em boa verdade também dizemos o seguinte – cremos honestamente que, se nos últimos 20 anos tivéssemos tido 15 de PSD e 5 de CDS, em vez de 15 de PS e 5 de PSD, o país estaria bem melhor – mas tal é uma crença impossível de ser demonstrada.
.
Caso nada do que dissemos colha afirmamos o seguinte – antes um yesman que uma Maria vai com todas!
.
Este post serviu apenas para questões de política interna d’ Opinador – bem o sabemos e por tal nos martirizamos. Mas nós cremos no velho ditado segundo o qual quem não se sente não é filho de boa gente. E nos, sendo de boas famílias, sentimo-nos.
.
Despedimo-nos assim, rezando para que a Providência permita o regresso do nosso Dr. Carlos o mais brevemente possível.
Enquanto tal não acontece, vós Dr. X, continuai, mas com cuidado... É que não havia necessidade...

2 comentários:

Daniela disse...

Vejam lá se é preciso eu ir buscar uma piscina de lama! xD Já começavam a deixar as politiquices e os ataques pessoais de lado e passavam a escrever alguma coisa que me alegre os dias. :P

Olhar Distinto disse...

Boas notícias, não as há?!

Samuel Ribeiro